13Jan 2017

Retrospectiva 2016

Posted by at 1:08 am in Ano novo, Pessoal, Viagens

Janeiro já está quase pela metade, mas aqui no blog o ano novo não pode começar sem uma retrospectiva do que rolou no ano passado! E o que dizer de 2016…? Deixando de lado as loucuras que aconteceram no mundo, ouso dizer que 2016 foi um dos melhores anos da minha vida. Depois de alguns anos juntos, como não amar o ano em que finalmente decidimos nos casar?! :-)

E parece que vivemos o ano inteiro em função do casamento. Sempre tinha alguma coisa pra pesquisar, fornecedores pra entrevistar pelo Skype, muitos orçamentos chegando, contratos pra ler, pastas e mais pastas de referências no Pinterest, escolhas pra fazer, problema com transferências bancárias pra resolver (casar em outro país tem dessas emoções! ahaha)… A impressão é que embora os meses passassem rápido, o ano era teimoso e não ia acabar nunca! Falando assim parece que planejar o casamento foi uma tortura, mas até que foi divertido ahaha

dez15_4

Começamos 2016 em família, com os pés na areia da praia, assistindo à queima de fogos e pulando as sete ondinhas. Poucos dias depois estávamos em Londres, agora noivos, planejando como seria nosso casamento – não é que as sete ondinhas realmente deram sorte?! :-)

Fevereiro chegou com viagens a trabalho e muita pesquisa de locais para fazer o nosso casamento, mas até então só a família e amigos mais próximos sabiam dos nossos planos pra 2016 (a ideia era casar em outubro ou novembro)… Outros destaques do mês foram a comemoração do nosso aniversário no Beach Blanket Babylon e mais um espetáculo do Cirque du Soleil!

retrospectiva_2016_35

Quando já tínhamos contado a todo mundo, em março chegou a hora de dar a notícia na internet – eu já não aguentava mais não poder falar nada ou fingir que tudo estava normal quando na verdade queria gritar de alegria! ahahah E dia 10 de março Nic me acordou com uma surpresa, essa fofura em forma de anel de noivado que desde então mora no meu dedo :-)

A essa altura a procura pelo vestido de noiva já estava a todo vapor, e quando os pais de Nic vieram nos visitar as conversas já tinham sido completamente dominadas pelo assunto casamento… No fim de março rolou um passeio bate-e-volta pra Kingston com a Lili e a Karine, e naquela mesma semana voltei pra casa sorrindo de orelha a orelha com a caixa do meu vestido de noiva.

retrospectiva_2016_15

Passamos o mês de abril correndo contra o tempo pra organizar nosso casamento no civil, e no começo de maio embarcamos com destino a uma semana de sol, sangria e mar gelado em Ibiza. Fomos com a Karine e o Lazar (ainda não fiz posts mas já publiquei os dois vídeos da viagem) e de Ibiza fizemos um pit-stop para casar em Gibraltar.

retrospectiva_2016_20casamentocivil8

Outro “acontecimento” de maio: comecei um guarda-roupa cápsula e minha relação com as roupas/compras mudou completamente! Passei meses sem comprar nada e agora analiso tanto antes de comprar qualquer coisa que desisto de gastar dinheiro antes mesmo de entrar na loja – recomendo!

Quando o verão resolveu dar as caras em Londres fez tanto calor que meus shorts já estavam andando sozinhos. Aproveitamos junho pra bater muita perna pela cidade e fazer um picnic no Holland Park, e no fim do mês viajei à trabalho pra São Paulo com direito a mais uma esticadinha pra Recife.

DSC_0503IMG_6138

Julho é mês de viajar a trabalho para Paris, mas como esse ano a feira que sempre visitamos aconteceu em Lyon deu pra conhecer mais uma cidade francesa :-)

retrospectiva_2016_28retrospectiva_2016_30Em julho também teve aniversário de namoro e drinks na pop-up da Benefit!

O ano ficou muuuuito chique em agosto – marcamos um encontro num pub pra comemorar o lançamento do nosso livro “100 Restaurantes em Londres“! Eu não imaginava o sucesso que o livro ia fazer, foram tantos downloads, comentários, emails, snaps… Posso ficar me achando ~a escritora~?! hahah

IMG_7414
Já em agosto estava na hora de embarcar mais uma vez pro Brasil, dessa vez pra curtir as olimpíadas no Rio de Janeiro. Depois conseguimos encaixar uma passagem relâmpago por Recife pra conhecer a pousada onde escolhemos casar, fazer degustações e algumas reuniões com fornecedores, e acabamos levando um prejuízo enorme porque não pudemos usar nossa passagem de volta pra Londres. Como a gente precisava voltar pra casa de qualquer jeito tivemos que comprar duas passagens Recife-Londres pro dia seguinte, gastar uma nota e ainda fazer conexão no Pará (!!) antes de seguir pra Europa.

A história é longa mas sim, viajantes experientes também fazem burrice e levam prejuízo de vez em quando x_x Fica a lição: se a sua passagem é Rio-São Paulo-Londres, não pode embarcar direto em São Paulo (juro que não sabia desse pequeno detalhe, achei que seria tranquilo e nos lascamos lindamente)…

retrospectiva_2016_34retrospectiva_2016_13

Em agosto ainda rolou uma viagem rápida a Milão pra visitar uma amiga, e por coincidência em setembro voltei à Itália pra uma press trip inesquecível. Passei uma semana conhecendo pequenas vilas na região do Lazio, andando e comendo muuuito, e escrevi sobre minha experiência numa peregrinação lá no Aprendiz de Viajante.

retrospectiva_2016_17retrospectiva_2016_1

2016 também foi um ano muito bom no quesito amizade: conheci pessoas incríveis (oi, Raquel!) e me aproximei ainda mais daquelas que já moravam no meu coração. E foi graças a essa amizade que surgiu um projeto super empolgante que vai continuar em 2017 (e espero que por muitos anos), o Off To!

IMG_1270winchester_172

Fizemos a primeira edição do nosso projeto blogueiro em Winchester em setembro, e em outubro já repetimos a dose visitando Canterbury. Aceitamos sugestões de destinos para 2017! :-)

img_4062retrospectiva_2016_5

O ponto alto de outubro sempre é ver a cidade pintada de amarelo e laranja (e em 2016 o outono não decepcionou!), mas agora também tem um evento que espero virar tradição… Festa de halloween!!

retrospectiva_2016_19retrospectiva_2016_18Fantasia de 2016: Holly Golightly e Fantastic Mr Fox! :-)

Outubro terminou com uma coisa que eu queria fazer há muito tempo, um curso de fotografia! Nada demais, só foram algumas horas aprendendo e praticando no South Bank, mas estou com vontade de fazer mais cursos, comprar livros e separar um tempo pra estudar um pouco mais esse hobby.

retrospectiva_2016_11

Já em novembro teve patinação no gelo, evento phyno do trabalho, mais Off To (dessa vez pra St. Albans) e três dias em Berlim para participar do III Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros. A viagem vai virar post, mas já adianto que adorei Berlim e quero voltar logo!

retrospectiva_2016_22retrospectiva_2016_21

E aí chegou dezembro, o mês mais esperado do ano inteiro! Mês de assistir a peça de Harry Potter, mês de fazer a prova final do vestido de noiva, mês de três despedidas de solteira e resolver os últimos detalhes do casamento antes de embarcar pro Brasil.

harry-potter-crianca-amaldicoada3retrospectiva_2016_31Despedida de solteira nota mil com adereços potterianos (vai virar post e acho que rola até vlog!)

Mas não sem antes dar um pulinho na Irlanda pra comemorar o casamento de um amigo de Nic. Por incrível que pareça em mais de 5 anos de namoro esse foi nosso primeiro casamento juntos!

retrospectiva_2016_27

Depois de passar alguns dias fazendo as últimas reuniões do casamento em Recife e resolvendo algumas pendências (vide peeling na dermatologista!), curtimos o fim de 2016 em Porto de Galinhas com a família reunida. Sol, praia e piscina, o combo perfeito pra começar 2017 com o pé direito!

retrospectiva_2016_12retrospectiva_2016_3Jantar da virada na praia :-)

Apesar de ser um ano marcante – nosso primeiro ano casados – não espero coisas grandiosas de 2017. Pra falar a verdade nesses últimos dias só pensei em pedir uma coisa: saúde. Se eu fosse escrever esse post em setembro, iria reclamar de 2016 por causa de uma reação alérgica que me deixou por meses com dezenas de espinhas doloridas, manchas, me achando horrorosa e preocupada com minha pele. Logo eu que sou tão cuidadosa, invisto em bons produtos e sempre vou na dermatologista…!

Mas a vida sempre tem um jeito de colocar as coisas em perspectiva. Hoje eu daria tudo pra que aquelas espinhas voltassem pro meu rosto, aquelas que eram a coisa mais feia que já tinha me acontecido na vida, se isso fosse resolver o problema de saúde do meu pai. Não vou entrar em detalhes, mas painho está passando por uma fase bem complicada e tudo o que eu quero pra 2017 é vê-lo bem novamente.

IMG_2951

Quem vê essa foto nem imagina, mas até o último minuto estávamos morrendo de medo que ele não conseguisse entrar comigo no casamento. Felizmente deu tudo certo e espero que tenha sido um sinal de que daqui pra frente as coisas vão melhorar…

É claro que em 2017 eu quero viajar muito e conquistar várias coisas na minha vida pessoal e profissional, mas mesmo se todo o resto der errado e só aquele primeiro desejo se realizar será o bastante pro meu ano ser assim, tão feliz quanto essa foto dos meus pais no dia do nosso casamento.

10Jan 2017

Mr & Mrs Nascimento Rolans

Posted by at 8:20 pm in Casamento, Pessoal

Com 3 dias de atraso finalmente vim aqui avisar que… CASAMOS!!

img_1747Foto: Clara Gouvêa

Ainda estamos no Brasil, a ficha ainda não caiu e eu já não me aguento de ansiedade pra receber as fotos oficias! Por enquanto temos que matar a saudade de sábado com as fotos dos convidados (tem várias na hashtag #thaisnic), passando horas repetindo como tudo foi maravilhoso e relembrando cada detalhe.

Muito obrigada pelos votos de felicidade nas redes sociais, pelas palavras belíssimas e elogios ao vestido, decoração e cerimônia (a Amanda mostrou tudo ao vivo no snapchat! <3), e também pelas energias positivas vindas dos quatro cantos do planeta. Nosso 7 de janeiro foi um dia surreal e mal espero poder dividir mais por aqui! :D

23Dec 2016

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada

Posted by at 9:18 pm in Londres, Teatro e Musicais

No começo de dezembro assistimos à peça mais esperada da minha vida inteira do ano, Harry Potter e a Criança Amaldiçoada (Harry Potter and the Cursed Child em inglês), que marca a estréia de JK Rowling no teatro. Como boa fã de Harry Potter eu fiquei desolada quando o último filme da série foi lançado em 2011, e sempre que surgia um novo boato que a história não acabaria por ali eu torcia pra ter algum fundo de verdade…

Quando finalmente confirmaram os rumores de uma peça, em junho de 2015 (no mesmo dia em que 18 anos atrás o primeiro livro era lançado, nhom!), eu fiquei tão animada que já estava separando dinheiro pra comprar o ingresso mesmo antes de saber do que se tratava a tal peça.

Harry Potter e a Criança AmaldiçoadaHarry Potter e a Criança AmaldiçoadaImpossível passar pela frente do Palace Theatre e não tirar (mais) uma foto do letreiro!

Em outubro de 2015 chegou o momento de tentar minha sorte: vários navegadores diferentes abertos, celular e iPad ligados, HOOOORAS esperando na fila pra entrar no site, e depois de um problema com meu navegador e aquela dúvida cruel “deu erro no site, será que o cartão passou?!” mal acreditei que consegui meu tão sonhado ingresso! As pessoas se surpreendem quando eu digo a velocidade com que tudo esgota aqui em Londres, e convenhamos que um fenômeno como Harry Potter ia esgotar na velocidade da luz né?!

Só sei que mesmo com toda organização, em 8 horas os ingressos até maio de 2017 esgotaram (!!!). O perrengue pra conseguir ingresso pra qualquer data foi tão grande que dei alocka e comprei logo o mais caro que apareceu, pra ficar o mais perto possível do palco assim você entende o vício da pessoa. Deu uma baixa na poupança, mas pense num dinheiro bem gasto! ahahah Mini spoiler: em um trecho X da peça uma coisa Y acontece e estar sentada bem no corredor foi surreal (fui tão vaga que nem sei mais se isso é um spoiler).

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada

A peça estreou em junho e eu só consegui ingresso pra dezembro, mais de um ano depois de comprar o bendito. Foi difícil fugir dos spoilers por tanto tempo e principalmente não ler o livro novo (eu era dessas que comprava o livro de meia-noite no lançamento e só conseguia largar quando desmaiava de dor de cabeça ou terminava de ler), então por um ano eu fugi da comunidade potteriana como o diabo foge da cruz ahaha! Mas valeu muito a pena cada hora esperando no site, cada libra gasta no ingresso e principalmente tantos anos esperando novidades – a peça é, com o perdão do trocadilho, mágica!! E  socorro, acho que nunca usei tantas exclamações num post só!!! ahaha

Não vou falar nenhum detalhe porque não quero estragar a experiência de ninguém (amei a campanha #KeepTheSecrets que Rowling lançou!), mas o que mais nos impressionou foi como conseguiram trazer magia, feitiços e todos os detalhes do mundo bruxo pra peça, que obviamente é feita ao vivo e sem fundo verde ou efeitos criados no computador… O teatro é lindo, a produção é espetacular, os atores são sensacionais, a história é ótima e quando termina a primeira parte (a peça é dividida em duas partes, com pouco mais de 2h cada) ninguém quer ir embora e esperar atééé o dia seguinte pra descobrir o final!

Resumindo tudo o que sentimos em uma palavra: ASSISTA!

Harry Potter e a Criança AmaldiçoadaMostrei alguns detalhes no vlog da semana passada – já se inscreveu no meu canal no YouTube?! :-)

“Mas Thaís, como eu vou assistir se o raio da peça tá esgotada até o fim dos tempos?!” Calma gente, ainda tem um jeito de conseguir ingressos: toda sexta-feira o site oficial libera 40 ingressos para cada performance da semana seguinte por um preço promocional de £20, com assentos disponíveis em diferentes áreas do teatro.

O evento é conhecido como “Friday Forty” e embora não deva ser nada fácil conseguir, vale a pena fazer aquele plantão básico no site se você 1) mora em Londres ou 2) sabe que vai estar por aqui na semana seguinte (outra opção é comprar o pacote que inclui acomodação – fazendo uma simulação encontrei facilmente ingressos pra fevereiro de 2017, mas aí fica beeeeem mais caro).

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada

Pra quem prefere se planejar com mais antecedência, em janeiro a venda normal abre novamente com ingressos para performances a partir de fevereiro de 2018. Agora os ingressos custam entre £15 e £70 para cada parte da peça, que podem ser assistidas no mesmo dia, em dias consecutivos ou compradas separadamente (não indico fazer isso, é  bem melhor continuar no clima em vez de esperar uma semana ou mais pra terminar a história).

Com certeza vai ser novamente uma guerra quando as vendas abrirem em janeiro, mas tente o truque dos mil navegadores em aparelhos diferentes e não desista. E sim, eu estou pensando seriamente em tentar de novo – agora só preciso que meu irmão, minha prima ou alguma amiga fã de Harry Potter venha me visitar, vai ser a desculpa perfeita pra ir novamente ;)

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada
Palace Theatre
113 Shaftesbury Ave
London W1D 5AY

12Dec 2016

Off To St Albans

Desde que me mudei para Londres, todos os anos tento planejar uma viagem em dezembro para conhecer algum mercado de natal aqui pela Europa. Esse ano por causa das despesas e dias de férias reservados pro casamento não deu… Então quando as meninas sugeriram fazer o último #OffTo de 2016 em St Albans eu fiquei animada, sabia que lá tinha um mercadinho de natal e o salsichão do final de semana estava garantido! Acabamos passando poucas horas na cidade e só deu pra visitar a catedral, um pub e o mercado, pequenininho mas muito charmoso.

St Albans

A cidade histórica de St Albans fica a pouco mais de 30km de Londres e na época da ocupação romana chegou a ser a segunda maior vila do território, perdendo apenas para Londinium (que depois virou Londres). Verulamium, como era chamada no século III, passou a se chamar St. Albans por causa do primeiro mártir britânico, Santo Albano, que se converteu ao catolicismo e por isso foi condenado à morte. Conta a história que ele se ofereceu no lugar do padre que o tinha apresentado ao cristianismo, e seu túmulo virou local de peregrinação.

Uma igreja foi construída no local, mas como quase tudo dessa época foi destruído, saqueado, incendiado e reconstruído ao longo dos séculos, não se sabe muito bem o que aconteceu. Mas sabe-se que uma abadia e um mosteiro beneditino foram construídos no mesmo lugar no século VIII, e é a partir dessa estrutura que a atual catedral de St Albans foi erguida. Algumas invasões e reformas depois, a maior parte da estrutura da catedral data do século XI, com características normandas, mas ela na verdade é uma colcha de retalhos de diferentes estilos arquitetônicos: gótico, vitoriano, normando, românico…

St AlbansSt Albansst-albans-16

Essa mistura fica bem clara na nave principal da catedral, onde de um lado os arcos são normandos e datam de 1077 e do outro foram construídos no estilo gótico inglês em 1200. Assim como no nosso passeio a Winchester e Canterbury, fizemos um tour guiado da Catedral de St Albans – nosso guia explicou que essa diversidade de estilos acontecia porque quando uma parte precisava ser reparada, preferiam reconstruir na estética atual em vez de manter-se fiel ao estilo original.

O resultado é uma igreja que conta com suas paredes, arcos e vitrais a história de séculos de arquitetura, e em alguns pilares dá até para ver as pinturas que no século XII cobriam as paredes da catedral.

St Albans St Albans

Todos esses séculos de história garantiram à Catedral de St Albans o título de “local mais antigo de culto cristão contínuo na Grã-Bretanha”, e a igreja sobreviveu à Dissolução dos Mosteiros em 1539 (embora danificada e com o relicário de Santo Albano totalmente destruído), quando a Inglaterra rompeu com o catolicismo e Henrique VIII mandou saquear todos os mosteiros. As pinturas nas paredes foram escondidas com cal e só foram redescobertas no século XIX, e o relicário, que tinha sido quebrado em mais de 2000 pedacinhos (!!!) só foi completamente restaurado e re-consagrado em 1993.

A história da catedral continua a ser escrita nos dias de hoje – em 2002 St Albans recebeu de presente de Colônia, na Alemanha, um osso que acreditam ser do próprio Santo Albano, e em 2015 um novo mural com sete estátuas de mártires de outras denominações cristãs foi instalada na nave principal. Nosso guia inclusive falou que apesar de ser oficialmente uma igreja anglicana, na Catedral de St Albans também são realizadas missas católicas, luteranas e ortodoxas.

St Albans St Albans

Outras curiosidades sobre a catedral e antiga Abadia de St Albans: é a única igreja na Inglaterra que ainda possui uma torre do século XI de pé; acredita-se que foi na abadia que, durante a idade média, o primeiro rascunho da Magna Carta foi escrito, e a história que achei mais interessante – um rapaz chamado Nicholas Breakspear queria começar seus estudos no mosteiro mas teve seu pedido negado porque não o acharam lá muito inteligente…

Ele foi aceito numa abadia na França, fez carreira como sacerdote/abade/cardeal/bispo e algumas décadas depois foi eleito Papa Adriano IV, o único papa inglês na história da igreja católica. Nada mal pra alguém que foi rejeitado na abadia da sua própria cidade, hein?!

St AlbansSt Albans

Recomendo fazer o tour guiado pela catedral, é gratuito e dá até para escolher um guia que fala português! Passamos cerca de 1h andando pelas diferentes capelas e ouvindo histórias da catedral, e quando o tour acabou estava na hora de dar mais uma passada no mercado de natal que fica muito bem posicionado, logo em frente da catedral :-)

St AlbansSt Albans

Apesar de pequeno o mercado é uma gracinha, cheio de chalés decorados vendendo artesanato, guirlandas, comidas, enfeites de natal e presentes, e ainda tinha um tipi com atividades pra crianças, música ao vivo e apresentações de corais natalinos. Se você estiver por St Albans em dezembro vale muito a pena se esquentar lá no mercado de natal com um vinho quente, uma porção de castanhas assadas ou a minha escolha, waffles com calda de caramelo!

E se depois do tour pela catedral, compras e comilança no mercado de natal você ainda tiver energia pra passear, vale visitar o centrinho da cidade. Casas tipicamente inglesas, pubs, lojinhas, restaurantes e todo aquele charme as pequenas cidades inglesas tem de sobra!

St Albans St Albans

O projeto Off To já passou pelas cidades de Winchester e Canterbury e é feito em parceria com a Helo, Liliana e Karine. Clique para ver as fotos que postamos em tempo real na hashtag #OffToStAlbans e deixe um comentário dizendo quais cidades inglesas você gostaria de ver com a gente!

09Dec 2016

Winter Wonderland – O maior mercado de natal em Londres

Todo outono é a mesma coisa: a cidade vai se transformando à medida que as árvores vão ficando amarelinhas, começamos a matar a saudade das botas, casacos e cachecóis, o sol vai nascendo cada dia mais tarde e se pondo cada vez mais cedo… É uma delícia acompanhar a chegada de uma nova estação. Mas quando chega o meio de novembro, as folhas já caíram, os dias são super curtos e a gente não aguenta nem mais ver as roupas chiques de inverno e ter que se enrolar em três camadas pra ir na esquina comprar pão, só uma coisa salva. Sim, está na hora de visitar um mercado de natal!

Winter Wonderland mercado de natal em Londres

Eles são tipo um prêmio de consolação da vida, tentando nos distrair do fato que pelos próximos três meses vamos ter ataques de frio diariamente e parar de depilar a perna viver dentro de uma meia calça. A chegada do inverno é difícil, alguma coisa boa tinha que aliviar essa transição né?! ahaha

O mercado de natal mais famoso aqui em Londres fica dentro do Hyde Park e faz jus ao nome Winter Wonderland, é só passar pelo portão pra se sentir dentro do país das maravilhas no auge do inverno!

Winter Wonderland mercado de natal em LondresWinter Wonderland mercado de natal em LondresWinter Wonderland mercado de natal em Londres

E nem sei se “mercado de natal” é a melhor definição pra ele, o Winter Wonderland é tão grande que tem de tudo um pouco: as tradicionais cabaninhas de madeira vendendo presentes, pista de patinação, espaços com música ao vivo, circo, shows de patinação/ballet, diferentes praças de alimentação, bares e restaurantes, mercadinhos e o que realmente domina a paisagem, um parque de diversões pra ninguém botar defeito.

Winter Wonderland mercado de natal em LondresWinter Wonderland mercado de natal em Londres Winter Wonderland mercado de natal em LondresWinter Wonderland mercado de natal em Londres

Por causa dessa mistureba tem gente que não gosta do Winter Wonderland e reclama por ele não ser “autêntico”, mas acho isso uma grande besteira. Autêntico ou não, é divertidíssimo e não passo um inverno sem visitar umas duas ou três vezes!

A visita anual ao Winter Wonderland ainda não aconteceu esse ano então as fotos são dos anos passados, mas sinceramente o parque não muda tanto de um ano pro outro… Quer dizer, andei lendo que por ser o décimo aniversário do Winter Wonderland esse ano o mercado está ainda maior cheio de novidades: brinquedos novos, espetáculos, um bar de gelo etc. Mas fica a dica: apesar da entrada do mercado ser gratuita, eu recomendo comprar os ingressos pra essas atrações extra com antecedência porque o parque lota!

Winter Wonderland mercado de natal em LondresWinter Wonderland mercado de natal em Londres

Ano passado numa dessas visitas a Lili me levou pra conhecer a Bavarian Village, o lugar mais animado e disputado do mercado quando vai caindo a noite. É embaixo desse chalé que os ingleses vão beber litros e mais litros (oops, pints!) de cerveja depois do trabalho, comendo um típico salsichão alemão no meio de uma festa que dura horas. Toda noite a Bavarian Village vira uma baladinha com hits das décadas passadas, todo mundo canta junto, tem gente que dança, que sobe na mesa, gente que vai fantasiado…

Uma coisa meio carnaval fora de época misturado com Oktoberfest na oficina do papai Noel sabe? Ahahah E como não falar dos maravilhosos Christmas jumpers?! Os ingleses tem o costume de comprar um suéter natalino todos os anos e vestir no trabalho, geralmente combinam um dia pra todo mundo ir a caráter e a regra é quanto mais brega e emperiquitado, melhor.

Winter Wonderland mercado de natal em Londreswinter-wonderland-londres31

Então muitos grupinhos vão direto do escritório beber na Bavarian Village desfilando seus modelitos, é cada um mais genial (ou tosco, dependendo do quanto você já bebeu) que o outro :-)

E pra quem visita o Winter Wonderland com crianças o que não faltam são atrações pelo mercado. Brinquedos pra todas as idades, casa do terror, montanha-russa em miniatura, aqueles joguinhos de tiro ao alvo que dão prêmios, e uma coisa que faz parte da infância de todo mundo, visitar o Papai Noel! Aqui o lugar onde o bom velhinho espera as crianças pra tirar foto e receber pedidos de presentes é chamado de Santa’s Grotto – pra visitar o do Winter Wonderland não precisa agendar nem pagar nada (mas chegue cedo!), e a criança ainda ganha uma lembrancinha.

Winter Wonderland mercado de natal em LondresWinter Wonderland mercado de natal em LondresWinter Wonderland mercado de natal em Londres

Esse post me deu uma vontade enorme de visitar o Winter Wonderland, acho que já sei qual vai ser o programa do final de semana :-) E você, já conhece o Winter Wonderland?

Winter Wonderland
Aberto até 2 de janeiro de 2017 (10 às 22h)
Hyde Park, W2

Mais dicas pra aproveitar o natal em Londres: