07Dec 2016

One month left!

Posted by at 12:45 pm in Casamento, Party, Pessoal, Trabalho

Começou a contagem regressiva. Em 16 dias vamos embarcar pro Brasil com terno, alianças e o vestido de noiva, e eu nem acredito que em exatamente um mês vamos nos casar. UM MÊS! Pra onde foi 2016 minha gente? haha

img_6823

Apesar da listinha de coisas não resolvidas ainda me estressar um pouco, estou mais calma desde o último post. Finalmente ter comprado as alianças, o terno de Nic e meu acessório de cabelo tiraram um peso das minhas costas, e também ajuda o fato de ter ido na minha segunda prova do vestido – foi a primeira vez desde que comprei o vestido em março que vi mais ou menos como ele vai ficar no meu corpo. Faltava fazer algumas alterações e recolocar umas partes do vestido, mas já me deu confiança no trabalho da costureira e que sim, vai ficar exatamente do meu tamanho! ahaha isso que dá comprar um vestido 2 números maior, Thaís… (Vamos ignorar o susto quando ela me disse o preço final dos ajustes e também pra parar de comer porque eu estava engordando ok? ahaha)

Esses dias outras duas coisas boas aconteceram: os convites ficaram prontos (loooonga história, eu já queria ter entregue em outubro!) e devem chegar aqui em Londres semana que vem. Mal espero podr vê-los ao vivo, acho que todos os convidados do Brasil vão receber o convite antes dos noivos, olha que absurdo xD

E ontem minhas chefes fizeram uma despedida de solteira pra mim! Eu sabia que elas estavam planejando algo pra comemorar nosso casamento, que iriam chamar outras pessoas que também foram convidadas pro casamento e não poderiam ir, mas não sabia que a tal despedida ia começar na loja da Chanel! #fingindocostume

hen-do-7

Acho que nunca tinha entrado numa loja da Chanel na minha vida, e muito menos saído com uma sacola! Elas reservaram uma salinha no primeiro andar e a maquiadora fez minha maquiagem enquanto falava sobre os produtos, dava dicas, indicava cores que funcionavam pra mim… Foi tão relaxante que quase durmo na cadeira enquanto ela massageava os produtos no meu rosto.

Com certeza vou passar um tempinho na bancada da Chanel próxima vez que estiver no aeroporto, alguns produtos entraram pra listinha dos desejos e amei as cores de batom e sombras que ela usou em mim :-)

Fora que tudo fica mais gostoso com risadas e taças de champagne né?!

Depois do meu makeover fomos almoçar no HIX Mayfair, ganhei cartões e presentinhos de todo mundo, mais drinks, vinho, entrada, prato principal e sobremesa. Ah se toda terça-feira fosse assim… Eu não caberia no meu vestido, mas tudo bem! ahaha

hen-do-5

Depois do restaurante ainda fomos pra um bar e fechamos a noite com os drinks deliciosos do May Fair Bar. Voltei pra casa me sentindo tão querida que quase vim saltitando pela rua, não só pela despedida de solteira em si mas principalmente por ver que todo mundo ali estava torcendo pela gente e queria fazer parte do nosso dia. Dizem que os ingleses são frios mas olha, não é bem assim!

Agora estou contando os dias pra despedida de solteira oficial, com as amigas, e curiosíssima pra ver o que elas estão planejando! Já pode ser dia 17? :D

05Dec 2016

Árvore de Natal 2016

Posted by at 7:00 am in Home sweet home, Natal, Pessoal

Novembro foi um mês tão corrido, cheio de compromissos e imprevistos que nós só conseguimos montar a nossa árvore de natal no último final de semana. Ainda cedo demais para os padrões europeus, mas se dependesse de mim a árvore seria montada assim que as folhas começam a cair em outubro, nada impaciente né?!

Todo ano eu acho que a árvore é a minha preferida da vida, sempre temos novos enfeites que marcam momentos, viagens e trazem muitas lembranças boas… Mas mesmo que a árvore do ano que vem (e do próximo, do próximo e do próximo!) em algum momento vire a “árvore preferida da vida”, a árvore de 2016 sempre vai ter um lugarzinho especial no meu coração. E tudo por causa desse enfeite aqui:

arvore-natal-2016-102016: o ano do noivado!

Eu amo colecionar enfeites com significado, então é claro que ia providenciar um pra marcar um acontecimento tão importante na nossa vida né?! Acho que vai ser uma tradição deliciosa montar a árvore daqui a 5, 10, 20 anos e ir lembrando de cada fase e conquista – quando começamos a morar juntos, nosso noivado, o ano do casamento (adivinha quem já está de olho nos enfeites pra 2017?! ahaha), bichinhos de estimação, compra de apartamento, filhos… E muitas viagens, claro!

arvore-natal-2016-3 arvore-natal-2016-2

Esse ano não consegui comprar enfeites de todos os lugares que visitei e em alguns deles, como em Gibraltar, só encontrei uns chaveiros tão sem graça que nem dá vontade de colocar na árvore… Mas colecionar coisas “diferentes” tem dessas, nem sempre dá pra achar algo pendurável, no tamanho certo e ainda por cima bonito. A solução é voltar em Gibraltar e procurar novamente!

Nas fotos tem a âncora de Ibiza, a cerâmica da Última Ceia que comprei em Milão, a bolinha com o desenho da catedral de Lyon, o capacete romano pra marcar a segunda viagem à Itália esse ano e o Trabi, esse carrinho fofo todo colorido trazido de Berlin (todas essas viagens ainda vão virar posts, provavelmente quando passar a correria pré-casamento).

arvore-natal-2016-4

Quem acompanha o blog vai perceber que faltou registrar uma viagem MUITO especial na árvore de natal de 2016 – as olimpíadas no Rio! Nós procuramos em todas as lojas mas só achamos chaveiros pequenos, e quando tive a ideia de comprar uma medalha de ouro que estavam vendendo na rua, já no último dia, não achamos mais nenhum ambulante no nosso caminho pro aeroporto…

Vou começar uma campanha aqui, troco um souvenir de Londres por uma medalha do Rio! Ahahah sério, se alguém tiver essa bendita medalha por favor deixa um comentário porque minha árvore nunca mais vai ser completa sem ela! #dramas

arvore-natal-2016-5

Aqui está a árvore de 2016, apesar da bagunça querendo aparecer na foto eu adorei o resultado final! E no final de 2017 eu volto com mais uma árvore de natal, dessa vez com enfeite do nosso casamento, lua de mel e se tudo der certo muitas viagens. Can’t wait!! :-)

26Nov 2016

Belgo: O templo da cerveja belga em Londres

Posted by at 7:00 am in Londres, Pubs & Restaurantes

Mais um post para quem ama comer bem em Londres, com dicas saídas diretamente do nosso guia ‘100 Restaurantes em Londres‘ e posts escritos pelos meus colegas blogueiros e co-autores do livro! Hoje a dica é da Natasha Schiebel e João Guilherme Brotto, o casal querido do Pra Ver no Mundo.

Dentre os dez bares de cerveja artesanal que João e eu apresentamos na nossa seção do guia 100 restaurantes em Londres, o que mais tem a ver com o Sete Mil Km é o Belgo. Afinal, ele espalha alguns dos melhores sabores belgas por Londres. E a Bélgica é a terra do Nic, marido da Thaizinha, autora desse blog maravilindo, oras. :D (nhoooom amei a dedicatória seus lindos! <3)

belgo-cerveja-artesanal-londres-4

Não sei você, mas eu achei esse o gancho perfeito para aproveitar nosso espaço por aqui este mês para apresentar essa preciosidade cervejeira. Concorda? :)

Bom, mas como eu não sei se você aí é tão louco por cervejas como nós, já de cara vou dizendo que o Belgo não vive só de boas birras, não. Pelo contrário, oficialmente, ele é um restaurante (ou melhor, uma rede de restaurantes – são cinco endereços em Londres) que tem uma belíssima carta de cervejas.

A grande estrela do cardápio de comida do Belgo são os moules frites, ou mexilhões com batata frita (vários sabores por £13.50 por pessoa), um clássico da culinária belga. Mas se mexilhões não fazem muito sua cabeça (bate aqui!), você pode pedir um hamburguer (£12.50), um risoto de camarão (£15), petiscos para dividir (a porção de asinha de frango, por exemplo, custa £13.50 e é uma delícia!) ou qualquer uma das outras várias opções disponíveis no menu. Deu pra entender que fome você não passa, certo? ;)

E obviamente que sede também não! Um olhar atento às paredes dos restaurantes da rede, que estão repletas de quadrinhos e pôsteres de cervejarias, vai fazê-lo entender que dá para ser muito feliz no quesito cervejeiro por ali. Você vai poder degustar desde as belgas de larga escala, como Stella Artois e Leffe, é claro, mas também (e principalmente) encontrará algumas das melhores cervejas do mundo, como a Douchess of Borgoigne, uma Flanders Red Ale cujo gosto remete ao aceto balsâmico (é surpreendente!), e a Kwak, uma deliciosa Belgian Strong Ale que é servida em um copo especial que torna a experiência inesquecível.

E aí, partiu Belgo? Cheers!

Gostou dessa dica e quer conhecer outros pubs de cerveja artesanal em Londres? Baixe o guia 100 restaurantes em Londres e confira as nossas outras nove recomendações!

24Nov 2016

Alerta de textão

Posted by at 7:00 am in Bla bla bla, Casamento, Pessoal

O meu sumiço tem um nome: casamento. Eu sei, eu sei, todo mundo diz pros noivos não se estressarem durante os preparativos e não perderem o sono por besteiras, mas quando a noiva em questão sempre foi ansiosa e sente que precisa planejar as coisas nos mínimos detalhes ou tudo vai dar errado fica mais difícil.

E nem é como se faltasse MUITA coisa para resolver – o principal está feito, mas são os detalhes que andaram me, em bom nordestinês, aperreando. O convite que ainda não está pronto, a lista de músicas que eu só comecei a pensar nesse final de semana, os acessórios que parecem todos “mais do mesmo” e não quero comprar nenhum, os convidados que não confirmam presença oficialmente, minha aliança que também está impossível de achar, a questão da tradução da cerimônia pro francês

Sei que nada disso é realmente um problema, só que tudo relacionado a casamento é tão caro que a gente fica querendo analisar cada coisinha pra ter certeza que não vai se arrepender depois. Uma coisa meio “já que vamos gastar, que seja na coisa certa” sabe? E aí de repente eu percebo que passei mais de um mês debatendo mentalmente qual acessório de cabelo comprar – se indecisão já é uma porcaria, quando tem toda pressão de ser “um único dia” no meio a coisa acaba ficando pior ainda.

First world problems à parte (e acessório comprado!), estamos entrando na reta final e mal acredito que em pouco mais de um mês estarei embarcando pra Recife com meu vestido de noiva! Esse segundo semestre tem passado rápido demais, e eu que achava que tinha todo tempo do mundo agora estou vendo os dias se transformarem num borrão de buscas no Google, Etsy e Pinterest, planilhas de orçamento, convidados e quartos (além de tudo estamos organizando a logística da hospedagem na pousada, destination wedding tem dessas…), além de, claro, ter que ir trabalhar e pensar em outra coisa.

selfridges-natal

O mais engraçado é que minha prima/madrinha outro dia disse que nunca tinha visto noiva tão relax ahahah! Oi??? O problema é que nenhum desses detalhes tem como ser delegado, são coisas que só eu e Nic podemos resolver/escolher/fazer então não, não sou uma noiva relax, eu só sofro em silêncio e não atazano as madrinhas! ahaha

Junte a isso tudo as noites cada vez mais longas, que todo ano me deixam meio pra baixo quando entramos no meio do outono (a única coisa que salva são os enfeites de natal!) e uma preocupação familiar gigante que tem me tirado o sono ainda mais que o casamento e pronto, estou a contradição em pessoa. Feliz porém preocupada, animada e melancólia, tudo ao mesmo tempo aqui e agora. Vou tentando focar nas pequenas – e grandes – coisas boas que acontecem para não me deixar afundar, e olha, semana passada os motivos para comemorar resolveram vir todos de uma só vez.

Começou com uma viagem a Berlin (vai virar post mas já postei muitas fotos no Instagram @thaiscfn), e no dia seguinte realizei o mini sonho de ir num show da Regina Spektor. “Mini sonho” porque eu gosto dela há anos, mas só ali na hora percebi o quanto aquilo era especial para mim – entrei no show amando, saí fã declarada.

regina-spektor-londres1regina-spektor-londres2

O jeito como ela toca piano, um dos instrumentos que sempre quis aprender, misturado com as letras ora profundas ora engraçadas, os momentos em que ela falava toda tímida com a platéia para na música seguinte mostrar toda a capacidade da sua voz, tudo me fez chegar à conclusão que ela é uma das melhores, senão a melhor, cantora da atualidade. Saí do show nas nuvens e já procurando quando seria o próximo (infelizmente não tem data #todoschora), entrou no rol seleto de artistas pelos quais eu viajaria só para ver o show. Se você ainda não conhece, tem todos os álbuns no Spotify! :-)

O segundo ponto alto da semana foi a estréia de Animais Fantásticos e Onde Habitam – ah que saudade eu estava de qualquer lançamento do universo potteriano!! Inclusive queria ter ido na première com os atores mas era na mesma hora do show de Regina, vai ter que ficar pro próximo filme (se você também é fã de Harry Potter e mora em Londres, quer ir passar horas na fila comigo? ahaha)! E sim, o filme é incrível!

Familiar e ao mesmo tempo diferente, exatamente como o mundo bruxo deveria ser nos anos 20 do outro lado do Atlântico. Valeu a pena a espera, nem que seja só pra ver o logo da Warner se aproximando enquanto toca aquela musiquinha que até hoje faz meu coração bater mais rápido. Foi tanto amor que fiquei morrendo de vontade de voltar nos estúdios de Harry Potter aqui em Londres, quem sabe depois do casamento? :-)

picturehouse-central-londres

Pra fechar a semana, no mesmo dia do filme recebi uma carta especial a carta de Hogwartsmeu residence card! Sim, 6 meses depois de dar entrada no bendito documento… Enviamos os papéis assim que nos casamos no civil em Gibraltar, em maio, e desde então fiquei sem meu passaporte, precisei tirar outro pra umas viagens a trabalho já que eles não devolveram o meu, uma confusão enorme. Toda vez que entrava no Reino Unido tinha que explicar porque não tinha nenhum visto no meu passaporte, provar que eu morava em Londres, mostrar certidão de casamento, cartas e papéis provando que dei entrada no visto novo, esperar na salinha enquanto o oficial da imigração falava com o superior… Isso quando não me davam bronca por estar viajando enquanto estava no limbo, até gritos na imigração de Lille levei.

Receber esse cartão é a garantia de pelo menos mais 5 anos sem estresses, morando onde eu sempre quis e agora com a liberdade de trabalhar onde eu quiser, já que antes eu tinha um visto de trabalho. Ainda não sabemos no que o brexit vai dar e nem se vamos querer continuar morando aqui, mas só de saber que a escolha é nossa dá um alívio imenso! Fora a felicidade de, depois de quase 4 anos e alguns milhares de libras gastos com vistos, finalmente não precisar mais disso. Que negocinho caro, minha gente..!

ingressos-harry-potter

Bônus: chegaram nossos ingressos pra peça do Harry Potter! AAAAAHHHHHH assim não tem preocupação que consiga estragar o dia! Ansiosamente contando as horas até 1 de dezembro :-)

22Nov 2016

Rio 2016: O Parque Olímpico (e um vídeo!)

Nosso último dia no Rio de Janeiro começou cedo e prometia fortes emoções: visitar o Parque Olímpico e assistir à final masculina dos 100m rasos. Mas antes de pegar o metrô em direção à Barra, eu precisava passar só mais uma vez na orla de Copacabana – aparentemente não basta passear pela praia na quinta e no sábado, no domingo tem que acordar cedo e colocar o pé na areia uma última vez ehehe.

Copacabana Rio2016

E claro, tentar tirar uma foto com os arcos olímpicos!

Copacabana Rio2016 arcos olimpicos

Com uma dor no coração eu me despedi daquele mar e do calçadão mais famoso do Brasil, e fomos para o Parque Olímpico na Barra da Tijuca. Nós só tínhamos entrado no parque à noite, para assistir às provas de natação, e quando saímos já estava tudo fechado. Então no domingo basicamente passamos horas andando, indo de arena em arena para ver onde os jogos aconteciam, os espaços interativos dos patrocinadores, as barraquinhas vendendo comida, a loja gigantesca dos produtos oficiais, a praça com os telões mostrando jogos ao vivo, as bandeiras espalhadas pelo parque…

Assim como nos estádios, só podia entrar no Parque Olímpico quem tivesse ingresso para aquele dia, mas ao contrário das arenas e estádios onde todo mundo tinha que sair após o jogo, uma vez dentro do parque os visitantes podiam passar o dia inteiro ali. Claro que o acesso às arenas só acontecia na hora determinada pelo ingresso, mas tinha tanta coisa pra ver e fazer nas áreas abertas que até esperar pelo jogo virava uma experiência legal :-)

Parque olimpico Rio 2016O único problema era o sol escaldante e a falta de lugares pra sentar à sombra…

Nosso jogo em questão era o meu primeiro jogo de basquete – vimos o time dos Estados Unidos ganhar da França e acho que fiquei mal acostumada depois de estrear logo com os americanos ahah! E o dia foi mais ou menos isso – passear pelo parque, tirar fotos, ser assaltados comprar comida e repetir :-)

Parque olimpico Rio 2016

E sim, fazer fila pra tirar mais fotos com os arcos e com o logo do Rio 2016!

Parque olimpico Rio 2016

Na hora do pôr-do-sol nos despedimos do Parque Olímpico, das pessoas fantasiadas, dos gritos de guerra dos diferentes países e daquela energia contagiante, e fomos para o nosso último evento olímpico: atletismo no Engenhão. Também era nossa segunda vez por lá mas nessa noite de domingo o clima era diferente, tenho certeza que todo mundo comprou aquele ingresso pra ver especificamente uma pessoa. Era a final dos 100m, de quem eu estou falando…?

Parque olimpico Rio 2016Parque olimpico Rio 2016Parque olimpico Rio 2016

Usain Bolt, claro!! O jamaicano conquistou seu primeiro tricampeonato olímpico nos 100m rasos ali na nossa frente (depois ele virou tricampeão nos 200m e no revezamento 4x100m) e eu nunca vi uma torcida fazer tanto barulho!

Engenhao Rio 2016

Foi muito engraçado estar presente num momento que virou capa de jornal (e memes!) no mundo inteiro – todas devidamente estampadas pela foto mais hilária de Bolt, claro! ahaha Pra fechar nossa passagem pelas olimpíadas mais incríveis da história de uma forma melhor, só se fosse com um ouro do Brasil!

Engenhao Rio 2016O estádio LOTADO gritando não me deixa mentir: a noite era de Bolt!

Dizer que estar presente nas olimpíadas do Rio foi uma das melhores experiências da minha vida não é exagero, só quem estava lá ou foi durante a Copa vai entender a emoção de presenciar um evento mundial no nosso país. E o principal, ver tudo dando certo! Deixamos um pedacinho do nosso coração lá no Rio de Janeiro, e mal esperamos voltar com tempo de finalmente conhecer mais da cidade, voltar no Pão de Açúcar e no Cristo Redentor sem tanta gente nos monumentos, passar um dia preguiçoso comendo Biscoito Globo em Ipanema…

Enquanto esse dia não chega, fico revendo as fotos e vídeos da Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016, e agradecendo por ter tido a chance de voltar pra casa quando o mundo inteiro queria ser brasileiro :-)

Rio 2016 welcome

Pra fechar a série de posts sobre as olimpíadas, o vídeo dos nossos últimos dias por lá:

E se gostou já sabe, deixe um comentário no post, dê uma curtida no vídeo e se inscreva no canal do blog. A blogueira aqui agradece! :-)