Bienvenido a Colombia!

DSC_0935

Agora que já faz mais de um mês que voltei da Colômbia e passou a euforia pós-viagem, vou começar a série de posts sobre os dias que passei por lá. E olha, já adianto que foram bons demais! A revista em que eu trabalho foi convidada para conferir a Colombiatex de las Américas, a feira de tecidos, maquinário, insumos e químicos voltados para a indústria da moda mais importante da América Latina.

O evento esse ano aconteceu de 27 a 29 de janeiro, mas por causa das atividades programadas para a imprensa e da escassez de voos saindo de Londres, eu passei praticamente uma semana lá. Que sacrifício fugir do inverno e passar mais dias no calor né gente..? ahaha por mim tinha ficado um mês!

DSC_0633

Eu inclusive postei aqui pirando de nervosismo antes de ir, já que nunca tinha ido numa viagem a trabalho tão longa e sem conhecer absolutamente ninguém.. Mas todo mundo que comentou aqui, no twitter e no Instagram dizendo que ia dar tudo certo parece que estava prevendo o futuro, fiz 3 amigas logo no primeiro dia de eventos e foi maravilhoso! Isso sem falar na fofurice do povo colombiano em geral e de quem estava trabalhando na Colombiatex, era todo mundo tão simpático, solícito e genuinamente legal que fiquei mal acostumada com tanta atenção.

DSC_1214

Deu (quase) tudo tão ridiculamente certo nessa viagem que eu nem acreditei – a começar pelo voo, eu tinha reclamado que não conseguia mais dormir em voos longos e pá! Dormi o voo inteiro, tanto na ida quanto na volta, só acordava pra comer :-) Peguei um voo direto pra Bogotá e depois um pra Medellín, um dos maiores centros industriais e tecnológicos do país e onde a feira acontece. Na verdade tenho TANTO pra falar sobre Medellín que não sei nem como dividir esses posts, voltei bem apaixonada e querendo muito conhecer mais da Colômbia.

IMG_4223 IMG_4290

Vai ter post com dicas práticas sobre Medellín, as atrações turísticas da cidade, dica de hotel, onde comer, as famosas bolsas colombianas etc mas quero começar com um resumão das atividades que me levaram até lá. Depois de aterrizar em Medellín no domingo pela manhã eu tive o dia inteiro livre pra curtir o jet lag, pedir comida no quarto e passar um tempo na piscina (!!!!), além de encaixar um mini tour pelo centro.

Mas a viagem começou mesmo na segunda-feira, com o primeiro evento oficial: almoço para recepcionar a imprensa internacional! Tava mooooorta de vergonha de ter que me apresentar (sou MUITO tímida quando tem “platéia”), mas fazer o quê né..

Almuerzo prensa internacional, presentación Inexmoda

Foi na churrascaria San Carbón, no bairro de El Poblado, e depois da apresentação da feira e dos envolvidos chegou a hora do almoço e mais importante ainda, de conhecer a maravilhosa limonada de coco. É uma bebida bem famosa no país, limonada batida com leite de coco servida super gelada.. Uma delícia, onde eu ia perguntava se tinha limonada de coco!

Durante o almoço conheci as meninas que viraram amigas e me acompanharam o resto da semana, duas brasileiras e uma alemã. Praticamente só tinha a gente no meio de umas 40 pessoas que não falava espanhol e acabamos ficando na mesma mesa, muita sorte porque ter feito amizade fez toda a diferença na viagem :-)

colombia_sancarbon

Em seguida visitamos algumas atrações de Medellín (nesse tour pegamos um metrô fechado só pra imprensa! Chocada! ahaha) e fomos direito pra outro evento, dessa vez uma recepção no alto de um prédio no centro com a imprensa local, presidentes de empresas da área e políticos de Medellín. Depois de andar por várias horas, todo mundo com roupa suada e maquiagem indo embora.. Vou ficar devendo as fotos! ahahah Foi levemente vergonhoso chegar e encontrar todo mundo arrumado – e nem precisava ter levado metade das coisas na mala, nunca dava tempo de voltar pro hotel #firstworldproblems

DSC_0800Medellin vista (bem) do alto

E na terça começou o trabalho de verdade – 3 dias de feira pela frente, um pavilhão de eventos gigantesco a ser explorado, palestras, seminários, desfiles e muitos, muitos stands pra conhecer. Eu fiquei bem impressionada com o tamanho da Colombiatex, mas principalmente com a variedade de produtos e serviços expostos por lá. As feiras que a gente visita são focadas só na área de lingerie e moda praia, foi muito interessante ver uma feira com um muito de tudo e aprender mais sobre etapas de produção que nunca tinha visto antes. Alguns cliques dos meus dias de Colombiatex de las Américas:

colombia_feira

E os eventos não acabaram por aí, na quarta pela manhã fizemos um tour por uma fábrica de moda infantil e acompanhamos parte do processo de produção. Me lembrou bastante quando estudava moda em Recife e fazíamos essas visitas a confecções e tecelagens, o clima dos bastidores da moda nos dois países é mais ou menos o mesmo.

Visita fábrica de la Industria: OffcorssDSC_1068

E ainda teve o evento mega badalado de divulgação da nova campanha global da Lycra, que apresentou coleções feitas por designers colombianos usando tecidos com a fibra. Pra esse evento deu tempo de pelo menos trocar de roupa, e que maravilha, porque aparentemente todos os colunistas sociais de Medellín estavam aglomerados por lá tirando foto dos convidados – um mês depois achamos a foto dessa Thaís com cara de sono sem saber como posar circulando num portal, e tenho quase certeza que saímos na versão colombiana da Caras ahahah

10945569_10153132889299673_1984917050407171538_nAinda mais nanica perto da Hannah!

Como disse antes, deu quase tudo certo na viagem – tem que ter um perrengue pra dar uma emoção a mais né?! Descobrimos que no voo de volta a Hannah vinha pra Londres comigo (yaaayyy! É um saco pegar voo longo sozinha!), mas depois de esperar horas pra embarcar pra Bogotá surgiu o boato que ninguém estava voando por causa de mau tempo na capital e quaaaaase ficamos largadas por lá.

A Avianca não queria pagar hotel pra ninguém que teve voo cancelado porque “o mau tempo não era culpa deles” (oi? Maior barraco rolando em espanhol por lá!) e as duas gringas aqui sem entender nada, se íamos dormir no aeroporto, ir pra Bogotá, se o voo pra Londres ia esperar pela gente.. Pense num sufoco, não sobrou uma unha na minha mão depois dessa tensão toda! Nosso voo foi adiado, cancelado, reaberto, mas no fim das contas nos deram prioridade pra pegar um voo pra Bogotá e chegamos a tempo de embarcar pra Londres. Aí tudo ficou incrível de novo, repeti o combo “dormir o voo inteiro e só acordar pra comer” (e pra assustar a amiga com a quantidade de cremes, balms, band-aids e quinquilharias emergenciais que levo na mala de mão) e Londres me recebeu com vento na cara e aquelas temperaturas maaaaravilhosas do auge do inverno, pra variar.

RELATED POSTS