Perrengue pouco é bobagem

Rá, de uma coisa tenho certeza nessa vida: toda vez que o destino é o Brasil, pode ter certeza que vai ter algum acontecimento/tragédia/perrengue pra contar!

Na primeira vez que Nic foi me visitar em Recife, estávamos nadando e pulei de um barco, de alguma forma muito misteriosa bati no boy e quase quebro uma costela – enquanto eu tive que ir no médico fazer raio x etc e passei um mês com dor ao respirar, ele nem percebeu que foi nele que eu tinha batido (?). Em outra viagem foi a vez dele: capotou numa onda gigante quando tava saindo da praia e ralou a cara inteira (as fotos dessa viagem são no mínimo inusitadas).

IMG_0629

Depois disso os acidentes pararam, mas aí teve voo cancelado porque o avião quebrou, precisou fazer um pouso de emergência no Cabo Verde e não chegou em Recife a tempo. Então fomos todos lindamente pro aeroporto depois de toooodo aquele processo de despedida, só pra descobrir que não tinha nenhum avião da TAP esperando a gente lá..

E dessa vez (até agora) já foram dois gigantes: uma mala dos pais de Nic não chegou em Recife, ninguém da companhia sabia onde estava e nisso se passaram dias. Até entregarem a mala lá em casa, e todo mundo ficar mega feliz antes de descobrir que……. Entregaram a mala errada (!!!) ahahah. O pior é que ela não era NADA parecida com a descrição da mala desaparecida, só rindo mesmo.. O raio da mala acabou chegando 3 dias antes da gente ir embora, e que surpresa, tinha passado pela Receita Federal e de alguma forma varias caixas de chocolate belga, um perfume e umas roupas magicamente desapareceram (uau, digno do Dynamo!). Ponto pro Brasil, a mulher de algum funcionário vai ganhar presentes e espero que passe três dias no banheiro com dor de barriga por causa do chocolate e alergia ao perfume.

IMG_0640IMG_0634

Outra coisa não, mas cigarro tem DE SOBRA no free shop da Ilha do Sal

Mas tudo isso pra contar o mais recente acontecimento que sempre quis riscar da bucket list (só que não!).. Dessa vez fomos nós fazendo ~um pouso de emergência~ na Ilha do Sal, umas 4h depois de decolar. O emergência é por minha conta, que até agora não sabemos exatamente o porquê ou qual o problema com o avião mas tô achando tudo tão dramático e engraçado que a espera até que não está tão ruim.

Estou pensando seriamente em ir nadando pra Recife e não voar mais de TAP – já é o segundo problema com um avião dessa rota que envolve a gente, imagina o quanto de pane esse troço num dá em outros dias e a gente nem tchuns? :o Vejamos se chego em um pedaço só em Londres..!!

IMG_0643

6.30am: mais de duas horas depois, chega a noticia de que vamos pra um hotel porque não conseguiram resolver o problema do avião (!!!) e uma equipe maior de técnicos só vai chegar às 11 da noite (de onde tão vindo? Austrália? o_o) e sabe lá deus quando chegamos em Lisboa e quando seguimos pra Londres.. Alô chefe, cancela o trabalho amanhã porque ganhei pelo menos mais um dia de férias :P

IMG_0652

12.22pm (tá na hora de se acostumar com o horário de Cabo Verde, né?): agora que já passamos pelas mil filas no calor pra imigração, ônibus e check in do hotel, estamos adorando o avião quebrado!!! AHAHHA nos colocaram num hotel super gringo à beira mar com musiquinha e animadora na piscina e drinks de graça, já caímos na praia (maravilhosa! A água é bem transparente e temperatura delicia) e agora tá na hora da piscina! Life’s good! :-)

DSC_0183IMG_0662

1.52am: life isn’t so good anymore ahaha. Daí que nos mandaram acordar cedo porque às 1.30 os ônibus viriam nos levar pro aeroporto.. Nem sinal, mas tem uns táxis indo e vindo levando gente – a piada geral já é que cancelaram os ônibus e vamos todos lentamente de táxi. E se é que isso é possível, na Ilha do Sal faz mais calor de madrugada do que de manhã.

4.27am: café da manhã mais nutritivo da minha vida (NOT!) aqui no aeroporto – dois pacotes de Cheetos e um pseudo chá gelado que na verdade é puro açúcar. Obrigada por fornecer coisas saudáveis, TAP!

IMG_0687Um dos QUATRO voos que acabamos pegando nessa volta pra casa..

2.13pm: finalmente em Lisboa depois de uma madrugada de filas no aeroporto – só pra descobrir que não temos vaga no voo pra Londres que sai hoje. Nos colocaram num voo pra Madrid pra de lá tentar chegar em casa ainda hoje, mas ninguém da TAP sabe onde tá nossa mala (que surpresa!), teremos que embarcar por outra empresa sem levá-las e de Londres requerer a bagagem perdida. Tudo isso com fome, exausta e tendo dormido apenas 4h nas duas últimas noites juntas. It just keeps getting better.

IMG_0691IMG_0702

8pm: que alívio é chegar em Madrid e ser atendida no balcão da British Airways – depois de dois dias lidando com portugueses, brasileiros e cabo verdenses (?), a educação e atenção britânica me derreteu toda aff <3 E nota mental: NUNCA visitar Madrid no verão, 3 minutos esperando o onibus pro outro terminal e quase viro churrasco.

11.23pm: Inglaterra, essa terra mágica onde os funcionários realmente te ajudam e banheiros de aeroporto são cheirosos, veja só. Finalmente no trem pra casa, depois de 2 dias, 4 vôos, 7 filas de imigração (!!!!), alguns carimbos inesperados no passaporte e a promessa de que as malas chegam amanhã à noite. Porque fomos direto no balcão da British Airways e pedimos pra eles fazerem o requerimento, porque se fosse pela TAP acho que só chegava em outubro. >_<

Vem nimim, cama!!!

RELATED POSTS