As praias de Formentera!

Melhores praias de Formentera, Espanha

Clique para salvar o post no Pinterest!

Antes de mais nada quero deixar registrado: as praias de Formentera são a definição de paraíso na terra! E eu sou exagerada mesmo (várias viagem que faço são a mais incrível da vida, principalmente se for na categoria “praia paradisíaca” eheh) – mas Formentera me deixou tão apaixonada que se fosse pra escolher voltar para lá ou voltar para o Hawaii HOJE, eu escolheria Formentera.

E olha que estou comparando com o Hawaii porque foi uma das coisas mais lindas que já vi em todas as minhas vidas, e é um destino que reina soberano na listinha de lugares que preciso voltar (e quem sabe escrever sobre, já que foi antes desse blog existir). Ou reinava, antes de Formentera entrar na minha vida <3

Começando pela praia perto do apartamento que alugamos: Platja Migjorn, onde passamos nossa primeira tarde – é a praia mais longa e uma das mais populares, mas assim como o resto da ilha ela estava super calma no começo de maio!

Platja Migjorn


IMG_4213

Acho que tenho que fazer um adendo importante – 90% das praias de Formentera são naturistas não-oficiais, ou seja, quer tomar banho de biquini? Legal. Quer fazer topless? Vem também. Quer tostar no sol completamente pelado e ainda dar uma corridinha na areia balançando o pinto? Também é bem-vindo. Se não me engano a única praia em que não vi gente completamente pelada (mas ainda tinha topless) foi na de Illetes, mas em todas as outras tinha gente de todas as idades, sozinhas ou acompanhadas, tomando sol como vieram ao mundo.

E posso falar? Nunca me senti TÃO BEM com meu corpo, minhas gordurinhas, estrias e celulites como nas praias peladonas de Formentera. Uma sensação de que ninguém tá nem aí, sabe? Não tirei nenhuma parte do biquini, mas um dia ainda crio coragem e vejo qualé o hype do naturismo. Mas voltando a Migjorn – céu azul, areia fina, água transparente, tem até um barzinho na praia e dizem ser um ponto ótimo pra mergulhar com snorkel.. O que mais precisa?

DSC_0105DSC_0045

 

Sa Roqueta


No nosso primeiro dia intensivão de turismo, fomos pra Llevant depois de visitar o Pilar de la Mola e passamos por Sa Roqueta pra chegar lá. É uma praia bem pequenininha, mar calmo e de areia branca mas nem ficamos muito tempo porque Llevant estava nos chamando a poucos metros!

DSC_0239DSC_0240

Platja Llevant


Esse foi um dos maiores momentos UAU da viagem (quiçá da vida!), e divide o posto de praia mais linda de Formentera, na minha humilde opinião, com a Cala Saona!

DSC_0198

A praia Llevant fica atrás de um pequeno parque de dunas, árvores e perto das salinas da ilha, o que a deixa com esse ar de paraíso escondido saído de um filme.. O contraste da areia (branquiiiinha, nada de praia de pedras por lá!), os arbustos e o mar inacreditavelmente azul é inesquecível, e como se não bastasse ainda dá pra ver o relevo de Ibiza no horizonte!

O grau de lindeza dela ao vivo e a sensação ao caminhar pela trilha e descobrir essa vista me lembrou bastante o que senti quando a Hanauma Bay “aparece” pra a gente do alto de um penhasco no Hawaii, o que não faz lá muito sentido já que essa praia é enorme e cheia de gente enquanto Llevant é tranquila, totalmente paradisíaca. Ou seja, não parece mas a felicidade que eu senti foi a mesma (eu disse que o Hawaii não sai da minha cabeça quando o assunto é beleza natural! ahaha)

DSC_0227DSC_0201

Llevant é, digamos assim, a praia oficialmente nudista da ilha (como dá pra perceber pelo background das nossas fotos – sim, foi invenção dele tirar foto exatamente nesse ponto.. E ainda me fazer tirar uma olhando. Homens ahaha). O mar nesse ponto da ilha é mais aberto, então dependendo do vento pode ter ondas mais fortes e umas correntes perigosas, mas quando fomos também estava bem calminho.

Até os anos 80, a economia da ilha se baseava na produção de sal, mas apesar do turismo ser o que movimenta Formentera hoje em dia as salinas da ilha não perderam sua importância. Diz que a área tem alta concentração de uma erva marinha de milhares e milhares de anos (?), que oxigena a água pra que ela fique assim estupidamente cristalina e o resultado é um sal benéfico para a saúde. Mas tudo isso pode ser história pra boi dormir, vai saber..

DSC_0241DSC_0299

Platja de Ses Illetes


Depois de passar pelas salinas, já a ponto de desmaiar de cansaço montada naquela bicicleta, chegamos em Ses Illetes! Essa é a praia mais disputada da ilha: água tão transparente e calma que mais parece uma piscina, areia branquinha, barcos trazendo famílias inteiras que vem passar o dia na praia, e um restaurante servindo o combo maravilhoso sangria + peixinho grelhado.

DSC_0242DSC_0247

Ses Illetes tem aquele ar caribenho cool, sabe? E gente de todos os tipos, das madames estilo ilha de Caras tomando banho de sol no iate aos hippies, passando pelos mochileiros e gente fazendo bate e volta vindos de Ibiza. Infelizmente a fama da praia se reflete no preço do restaurante à beira-mar, mas como já estávamos esbaforidos da bicicleta e mortos de fome, foi o peixe grelhado mais bem-vindo da minha vida, com sangria e tudo que temos direito :-)

DSC_0291DSC_0273

A praia é considerada uma das mais bonitas do Mediterrâneo, e dá pra perceber o motivo..

IMG_4471

Só mais uma foto, vai? xD ahahah

DSC_0249

Cala Saona


E chegamos ao último dia, última praia.. Dor no coração e lágrimas nos olhos. Nos mandamos pra Cala Saona de táxi depois de fazer check-out e ficamos lá largados na areia, carregando as mochilas e tudo, esperando dar a hora de pegar a balsa pra Ibiza. E que maravilha eu ter cismado que queria porque queria passar por essa praia, foi deslumbrante!

DSC_0306DSC_0320

O mar em Cala Saona também é bem calminho, ótimo para banho, e os diferentes tons de azul turquesa contrastam perfeitamente com o barro avermelhado das encostas.. Muita perfeição pra um lugar só! Pra chegar temos que descer uma ladeira, e laaaaa do alto já dá pra ver que tem um lugar maravilhoso esperando uns metros abaixo.

DSC_0380

Mas se essa vista já era o suficiente pra me deixar louca tirando foto de tudo, quando resolvi subir o penhasco “só pra ver lá de cima” (tem um restaurante na praia com uma escada de acesso!) quase tenho um treco com tanta beleza e foi mais meia hora tirando fotos.. Olha, estou terminando esse post às 10 da noite de um dia congelante do final de novembro, com as mãos gelaaaaadas mesmo dentro de casa. Olhando pra essas fotos eu daria um rim pra estar pegando um sol em Cala Saona nesse exato minuto. #chora

DSC_0371DSC_0358DSC_0349

Depois da overdose de fotos, vídeos e panorâmicas lá do alto, almoçamos mais um peixinho grelhado no restaurante, pedimos um táxi pra marina e começamos nosso longo trajeto balsa + avião + ônibus pra voltar pra casa. Cala Saona fechou com chave de ouro essas mini-férias, e agora vou ali dar uma olhada nos preços das passagens pra Formentera que não tô aguentando.

RELATED POSTS