Alguns posts me deixam travada e fico horas olhando pra uma tela em branco sem saber nem como começar a descrever o quanto aquilo me marcou. Sei que vai ser igualzinho com qualquer acontecimento importante que venha aqui “anunciar” (quando chegar a hora de escrever sobre nosso casamento acho que vou levar uma semana ahahah oops), e principalmente com coisas que me emocionam… Tipo qualquer show do U2!!! Sim, sou dessas que grita e pula e chega mil horas antes pra ficar na fila e pegar um lugar pertinho do palco. Se tiver mais algum fã do U2 lendo, comenta aí e compartilha um gritinho feliz comigo? ahah :-)

Esse foi o terceiro show do U2 que eu tive a chance de assistir. Lembro que meu amor pela banda começou quando estudava inglês, dois dos meus professores preferidos levaram Sunday Bloody Sunday e All I Want Is You pra aqueles exercícios de “complete a letra da música”, sabe? Pouco tempo depois, em 2006, transmitiram o show da Vertigo Tour em São Paulo pela tv e aí é que a coisa ficou séria mesmo: eu lembro de ficar boquiaberta e assistir o show inteiro pensando que precisava vê-los no palco um dia.

O dia demorou mas chegou, em 2011 viajei pra São Paulo com meu irmão pra assistir não um, mas dois shows da 360° Tour – porque quando o assunto é U2, um show não é o bastante! ahaha A experiência inteira foi uma das melhores da minha vida: a euforia pra comprar o ingresso no site congestionado (mesmo com código da pré-venda!), os fãs se ajudando nas comunidades do Orkut, comprando ingressos extras pra vender a preço de custo pra quem não conseguiu, as surpresas no setlist de cada show novo da turnê, contando os dias pro show decorando as letras…

Acabei fazendo amizade com umas pessoas incríveis pela internet (oi Rafael e Natália! :D) e acampamos na fila com eles, conhecemos um monte de fãs do Brasil inteiro, dividimos comida, fizemos revezamento de barraca, jogamos na fila, saímos pra comprar comida no Habib’s e voltamos correndo loucamente pelas ruas do Morumbi porque a banda chegou pra passagem de som.. Foi tudo TÃO divertido que mesmo antes do show começar, a viagem já tinha valido a pena, sabe?

E quando os portões abriram e saímos correndo, a espera foi recompensada: ficamos na tão sonhada hot area, a parte fechada da pista que eles separam pra quem é fã e chega cedo (eu amo que a frente do palco do U2 não tem essa frescura rei-do-camarote-VIP-pista-premium). Depois de dois shows MARAVILHOSOS, um clima contagiante de felicidade, a banda dando 10000% e fazendo um puta espetáculo falando português, é claro que meu amor por eles fez apenas quadruplicar. Desde aquele dia decidi que vou em todos shows do U2 que puder – na pista, e perto o bastante pra água que o Bono joga cair em cima de mim, claro ahaha :-)

showU2A fila serpenteando atrás de mim + a cara de “vai amor, sorri pra foto” de Nic xD

Óbvio que assim que abriu a venda pros shows em Londres (no ano passado! Ai como demorou pro show chegar!) eu fiz plantão no site e comprei logo pra dois dias. Sexta-feira, 30 de novembro, lá fomos nós pra O2 Arena às 2 da tarde entrar na fila pro show das 8 – e eu agoniada porque já estava “tarde” ahaha! Ao chegar lá, que diferença do Brasil minha gente!

Na quantidade de pessoas a fila até que estava similar, obviamente tinha menos gente esperando aqui porque ao todo foram 6 shows, cabe menos gente na arena (logo menos gente na fila) etc mas o principal é que não tinha aquele clima “uhul tamos todos juntos pode pegar minha cadeira emprestada”, sabe? Difícil explicar, mas senti saudade do Brasil naquela hora. Assistir a um show do U2 no Brasil voltou pra lista de coisas que preciso fazer novamente. Sim, é uma reclamação super #firstworldproblems #classemediasofre mas não me importo.

Ficamos na fila esperando e eu aproveitei pra dar uma olhada no complexo da O2 Arena – nunca tinha ido lá e fiquei impressionada com a quantidade de coisas que tem pra fazer. Além dos restaurantes, cinema, boliche, bares, vários espaços pra shows de diferentes tamanhos, uma exposição do Elvis Presley… Se minha prioridade não fosse ficar naquela fila e segurar meu lugar com unhas e dentes, teria muitas opções pra passar o tempo.

showU2_2

Lá pelas 5 da tarde chegou a hora de esperar em pé, e a essa altura foram checando os cartões de quem estava mais na frente. A pista pra esse show era ticketless, tinha que mostrar o cartão de crédito usado na compra pra só então receber a pulseirinha e depois as pessoas seguiam pra uma fila separada – a fila de quem ia ficar na grade :-) Logo depois das 6 deram a segunda pulseira, com o lado do palco que cada um podia escolher (Sul pra ficar em frente ao Edge, Norte pra ficar junto do Adam) e entramos!

A maior surpresa foi que não teve correria, os funcionários propositalmente só checaram os cartões de quem chegou cedo na fila e separaram essas pessoas pra entrar primeiro na arena. Acho que quem chegou até umas 3 da tarde conseguiu entrar com a gente, as outras centenas (milhares?) de pessoas ficaram na fila gigantesca lá fora esperando pra recomeçar a inspeção do cartão, distribuição das pulseiras, qual lado do palco você prefere etc.

showU2_3~look do dia~ com camiseta da U2 360° e esperando de cara pro palco

Achei isso TÃO incrível, não tinha como alguém que chegou às 7 correr e pegar o lugar na frente do palco de quem chegou cedo, sabe? Organização nota mil! Ficamos no lado do Adam e tínhamos a arena só pra gente, daria pra ficar na grade mas preferi ficar na frente do palco principal onde já tinha algumas pessoas. E a tal fila que ainda estava lá fora demorou pra entrar, deu até pra ir no banheiro tranquilamente sem medo de perder o lugar (o maior problema de quem passa o dia na fila é o pânico de precisar fazer xixi e não conseguir voltar ahaha), espero que adotem esse sistema no Brasil.

Conhecemos alguns fãs que estavam na grade e já foram a dezenas/centenas de shows, inclusive o Joe, que faz o guia mais completo do universo pra quem quer ir de pista num show do U2 e quer saber os paranauês. O mais louco é que eu li o guia dele num fórum e só hoje é que descobri que “o cara legal que conheci no show e me passou o endereço do site dele” é o mesmo que escreveu o guia da pista que eu li semanas atrás! Coincidências malucas da vida, viu..

showU2_4Depois da arena encher e ninguém mais aguentar de ansiedade, começou <3

Agora sobre a turnê nova: o show está apenas maravilhoso. Sério. Até Nic que não é fã e não conhecia um monte de música gostou da “experiência show do U2” – os efeitos visuais, o setlist misturando na medida certa músicas novas e velhas, a animação, os pulos, caras, bocas e falações do Bono, Adam simpático interagindo com a platéia e fazendo pose, Larry tímido sorrindo na bateria e Edge matando nas guitarras enquanto anda pelo palco (ele abre o show vestindo uma jaqueta com franjas maaaaara, apaixonei! ahah)

Fora a estrutura do show em si, o palco com diferentes seções, as telas interativas, como a banda migra de um lado pro outro e fica perto de todo mundo… Não vou dar muitos detalhes pra não estragar a surpresa de quem vai, mas se você tiver a oportunidade de assistir a um show da turnê iNNOCENCE + eXPERIENCE na pista eu recomendo demais! Se tem uma palavra que descreve essa experiência é impagável. E maravilhosa. E inesquecível. E indescritível. Bem, já deu pra entender.

showU2_5Eu me iludo achando que o Adam olhou pra mim na segunda foto ahaha

Saí do show acabada: exausta, com a garganta doendo de tanto gritar/cantar, os pés doendo de tanto pular, mas sentindo uma felicidade indescritível e a certeza de que faria e farei tudo de novo assim que puder. Mas e o segundo show, Thaís? Errrr, eu acidentalmente vendi meu ingresso *pausas para o aplauso* ahaha eu explico: tinha comprado na arquibancada pra ver o show de outro ângulo, mas quando estava na pista me dei conta que as cadeiras que comprei pro outro dia eram beeem ruins. No nível super longe do palco e de onde nem daria pra ver o telão direito. Coloquei os ingressos à venda mas a intenção era cancelar um deles quando vendesse o outro – na véspera do show tudo foi vendido na mesma hora, não deu pra cancelar foi nada e fiquei a ver navios. #jeniacomj

Maaaas tudo bem, passado o choque inicial fiquei feliz de não ter gasto minhas libras com um lugar ruim. Quando você nem curte tanto a banda e só quer ouvir música/sair com os amigos isso não importa, mas eu sei que ficaria frustrada de ir num show do U2 e além de não viver toda a euforia dos pulos na pista, não ver nada pelo telão. Vou aproveitar os rumores de que tem mais show deles aqui ano que vem pra usar o dinheiro e comprar uma cadeira boa, ou quem sabe vê-los no Brasil se confirmarem a turnê na América Latina em 2017?

showU2_6O terceiro de (assim espero) muitos!

Mais uma noite que vai ficar pra sempre gravada na memória, valeu cada centavo e cada segundo :-) E aparentemente mesmo travada escrevi um livro ao invés de um post, acho que foi culpa das músicas que estava ouvindo.. Quem avinha o que era? :P

05/11/15

RELATED POSTS