Vamos falar sobre peitos?

IMG_0999

Por estar trabalhando e envolvida no mundo da lingerie, câncer de mama virou um assunto bem presente na minha vida. O que antes era considerado um produto “nicho” e sem nada muito bonito no mercado, só aquela lingerie bege-da-vovó-tamanho-gigante, foi se desenvolvendo tanto devido a mais e mais mulheres diagnosticadas, que hoje em dia pelo menos aqui no Reino Unido sutiãs bonitos e femininos para pós-operatório/mulheres que usam prótese são itens essenciais em qualquer loja que se preze.

São muitas marcas e lojas especializadas, e até lojas de lingerie “normal” que hoje já tem tipo metade do estoque composto de lingerie e moda praia pra esse público, muitas charities e ONGs, muitas campanhas, e ao mesmo tempo que é lindo ver as pessoas se conscientizando, também é meio assustador que o caso seja tão sério que precisamos disso tudo. Quer dizer, quando você tem acesso a pesquisas que afirmam que 1 entre 8 mulheres terão câncer de mama em algum momento de sua vida (e 1 em cada 4 pessoas terá câncer, mas aí é preocupação para um outro post), realmente não tem como isso não ficar martelando na sua cabeça. Até porque tenho alguns casos na família e parece que resolvi me mudar pra um país onde for some reason (dieta? hábitos? bebem demais? falta de exercício?), repito, UMA EM OITO MULHERES desenvolverão a doença.

IMG_1005

Uma das iniciativas que mais admiro aqui é uma charity chamada CoppaFeel! – brincadeirinha pra chamar a atenção com a expressão cop a feel e desmistificar o ato de apalpar os peitos – que foca principalmente no público mais jovem. Isso porque a fundadora da organização, a Krisdescobriu que tinha câncer de mama com apenas 23 anos. E como se isso não bastasse, por ser novinha e ninguém esperar que seria algo sério, quando o médico resolver fazer testes mais a fundo e finalmente descobriu o câncer, também descobriram que já tinha se espalhado para a coluna e estava no nível 4, o mais avançado – não existe câncer nível 5.

IMG_1013

Manicure temática no evento da CoppaFeel! xD

É muito tocante imaginar que uma menina DA MINHA IDADE se viu nessa situação e ainda teve forças pra começar uma campanha, lentamente mobilizar marcas de lingerie e conseguir revolucionar a forma como o câncer é visto em todo o país. Já são mais de 5 anos desde o diagnóstico e a CoppaFeel! hoje em dia monta boob tents em festivais de música, participa em awards, palestra em escolas e principalmente lembra as meninas frequentemente por SMS/email a checar os peitos (eles também focam em desmistificar a palavra peitos, nada de ~seios~ ou ~mamas~). A campanha mais nova que eu achei genial é #whatnormalfeelslike – como saber se tem algo diferente, se você não sabe detalhadamente como seus peitos são? Tamanho, formato, textura, pintinhas etc, só faz sentido “prestar atenção aos sinais do câncer” se você se fato sabe de cor e salteado como seu par de peitos é.

IMG_0998

Então várias mulheres posaram pra a campanha descrevendo o que é o normal delas, e quem mora aqui já deve ter visto em algum outdoor ou cartaz. É a primeira vez em que uma imagem de peitos é utilizada assim, sem censura e sem frescura #orgulho! As fotos do post são de uma pop-up shop que a CoppaFeel! abriu em Shoreditch mês passado, muuuuuita gente que nunca tinha ouvido falar do projeto pôde entrar em contato e até mesmo entrar na “boob photobooth” e tirar uma foto como a da campanha (sim, eu tirei! Só não sei ainda quando/se vão ser veiculadas mas tô curiosa pra de repente ver um banner e “eita, esses são os meus!” ahaha).

IMG_1016

Eu já estou registrada com a CoppaFeel! para ser lembrada de apalpar os peitos com freqüência e conhecê-los como a palma da minha mão, e aconselho todo mundo (lembrando que homens também são afetados pelo câncer de mama!) a incluir esse ritual na rotina. Afinal, knowing your boobs could save your life.

RELATED POSTS