A Oxford de Harry Potter

Não tem jeito, sou fã de Harry Potter desde que assisti ao primeiro filme e logo em seguida comecei a ler os livros, recortar revistas, mandar carta pra Daniel Radcliffe etc. Sim, nível de fanatismo hard, foi indiscutivelmente o que me fez voltar a gostar de ler e são alguns dos meus livros favoritos até hoje. Hoje em dia sou mais tranquila, claro com 22 anos na cara, mas me emocionei com a possibilidade de andar por alguns cenários dos filmes em Oxford. É uma boa dica pra quem também dá pulinhos só de ouvir o começo da trilha sonora, e desculpem se o post já está ficando esquisito, não consigo me conter gente, socorro xD Lembrando que tudo é pertinho e dá pra visitar a pé, como mencionei no outro post.

4534871945_0b0a63058a_z

Divinity School em foto do Google, porque não pode tirar foto lá :(

BODLEIAN LIBRARY (Duke Humfrey’s Library e Divinity School)

Não pudemos visitar a Divinity School, que foi utilizada como enfermaria em quatro filmes da série, por causa do Oxford Literary Festival que estava acontecendo na cidade – vários outros lugares também estavam fechados para turistas, como o Great Hall da Christ Church, onde já tínhamos quebrado a cara uns dias antes quando visitamos Oxford pela primeira vez. Já que não tem remédio, ficamos “apenas” com a visita da Duke Humfrey Library, que custa £5 por um tour de meia hora. Foi mais do que suficiente, principalmente porque a outra parte do tour seria pela Divinity School, então acabamos ficando com meia hora só para uma parte da biblioteca.

Radcliffe Camera, do ladinho da Bodleian

Ou melhor, bibliotecas, já que a Bodleian Library hoje em dia compreende cinco prédios no mesmo conjunto, além de outros espalhados pela cidade, e junto com o acervo das bibliotecas das faculdades que compõe a Universidade de Oxford forma o complexo Bodleian Libraries. Por causa disso, é o segundo maior acervo da Grã-Bretanha, com mais de 11 milhões de itens entre livros, manuscritos, documentos etc. e só perde para a British Library em Londres. A biblioteca é tão incrível e os detalhes e histórias tão envolventes, que dá vontade de escrever um post só sobre ela.. Recomendo a visita a qualquer pessoa que goste de ler, de Harry Potter, de arquitetura ou história. *-*

slide-11

Duke Humfrey’s Library também em foto do Google, a parte da Bodleian visitada pelo tour e pela guia que não deixa nem você encostar na câmera. Aqui foram gravadas as cenas da biblioteca de Hogwarts, e acho que foi o lugar em que mais me senti “no filme”, parecia que a qualquer momento alguém vestindo uma capa ia aparecer por lá.. A guia também comentou um erro do filme, que mostra os livros presos por correntes pela lombada, quando na realidade são presos pela parte frontal, o que faz com que seja impossível ler sem abrir e também uma melhor conservação dos livros, afinal a parte das páginas que é mais sensível fica “para dentro” da estante.

Uma parte da Bodleian está em reforma e vai reabrir no final de 2015, quando o público poderá ver documentos históricos como a Magna Carta, documento de 1215 que limitou o poder dos reis da Inglaterra e é considerado o primeiro passo rumo ao constitucionalismo, além de manuscritos de Shakespeare e o documento mais antigo do acervo, um tipo de certidão de casamento que data da época do Egito antigo! Outra coisa que achamos super interessante foi o concurso realizado entre crianças para escolher novas gárgulas que seriam acrescentadas ao complexo da Bodleian. O resultado são figuras bem mais amigáveis do que as gárgulas tradicionais, como um pássaro Dodo e alguns personagens de livros infantis, como o leão Aslan d’As Crônicas de Nárnia e Tweedle-dee e Tweedle-dum, de Alice no País das Maravilhas.

gargoyles_1480109c

Aslan, e a matéria do Telegraph falando mais sobre o projeto.

NEW COLLEGE

É um dos 38 colleges que compõe a Universidade de Oxford e abriga um dos corais mais tradicionais (fomos na capela e o órgão é impressionante de tão grande! #matuta), que já contabiliza mais de cem álbuns gravados. Apesar do nome, é um dos colleges mais antigos de Oxford, fundado em 1379, e a entrada custa £3.

No New College também me senti totalmente dentro do filme, pois a cena em que Draco é transformado numa doninha em Harry Potter e o Cálice de Fogo foi gravada nas Cloisters, última parte do edifício a ser concluída em 1400. Foi engraçado identificar exatamente de qual entrada Harry saiu, indo em direção à árvore (do século XIX!) que continua lá, e tocar na árvore que, reza a lenda, dá sorte.

Pena que estava chovendo e não deu pra tirar taaaantas fotos (ou para demorar e garantir fotos boas), ninguém mais era tão fanático ao ponto de tirar a luva com o termômetro marcando 2 graus e ir pra chuva fotografar :P

CHRIST CHURCH

É um dos maiores colleges de Oxford, e também o mais tradicional e aristocrático – 13 Primeiros Ministros se formaram lá, o mesmo número se somados os formados nos outros colleges de Oxford. Sua igreja é a catedral da diocese de Oxford, uma das menores catedrais da Inglaterra, e lá está enterrado o filósofo inglês John Locke.

Além da visita aos prédios propriamente ditos, estava super entusiasmada para ver mais uma locação utilizada nos filmes. A escadaria de acesso ao Great Hall foi usada ao longo de vários filmes, com destaque para Harry Potter e a Pedra Filosofal, que mostra os alunos chegando em Hogwarts e sendo recebidos pela Prof. McGonagall. Essa parte não está aberta ao público o tempo todo (frequentemente está fechada entre 11:40 e 14:30), então é bom ficar de olho no site para não dar com a cara na porta.

E o Great Hall em si, que até hoje não entendi bem se foi usado apenas como inspiração para a construção do cenário, ou se algumas cenas do primeiro filme foram gravadas ali (e posteriormente BEM modificadas, porque o Hall não é nem de longe tão grande quanto o de Hogwarts.. Além do teto, que não é encantado #decepções ahaha). O fato é que não importa se é o original ou se apenas inspirou, porque a sensação de subir aquela escadaria e cruzar as portas é a de estar entrando no Salão Principal de Hogwarts, é pra fazer qualquer fã se arrepiar :) E, se eu me empolguei para ver cenários onde os filmes foram gravados, meu eu de 14 anos chorou de emoção quando descobriu que podia jantar ali.

Fiquei sabendo desse jantar enquanto tentava descobrir se o Salão estaria aberto durante o período que meus pais passariam aqui, não queria chegar em Oxford e voltar sem vê-lo de novo. Foi aí que descobri que durante algumas semanas no ano, geralmente quando eventos como o Oxford Literary Festival estão acontecendo na cidade, o Christ Church College oferece acomodação e refeições. Chorei de emoção quando vi que o último dia para ir num desses jantares, era um dia após dos meus pais chegarem: pronto, já estava decidido o que iríamos fazer no primeiro dia deles aqui :) Não parece ser algo bem divulgado, as únicas pessoas que estavam lá eram mais velhas e faziam parte do festival literário, e não encontrei nada em sites de viagem ou sobre Harry Potter..

Pessoa que esquece de tirar foto do prato principal..

Pagamos £22,50 por pessoa quando fizemos a reserva, o que achei um preço muuuito bom – onde é possível sair pra um jantar completo (pães quentinhos saídos do forno, entrada, prato principal, sobremesa, taça de vinho, chocolates no final) em Londres por esse valor, né? Os garçons foram super atenciosos quando descobrimos que seria carne porco (meus pais não comem) e pedimos a opção vegetariana, mesmo sem ter especificado alergias/restrições no momento da reserva, e a comida estava deliciosa. Vale a pena ficar de olho nessa área do site para saber quais dias estão disponíveis para se hospedar ou jantar no Great Hall e ter seu dia de Grifinória. :D

09/04/13

RELATED POSTS