Primeiras impressões do Rio 2016

Estar no Brasil para assistir às olimpíadas era um plano nosso desde 2014, quando fomos ao Rio durante a final da Copa do Mundo. Quem acompanha o blog há mais tempo vai lembrar que nos arrependemos amargamente de não ter feito planos para ir à copa, a energia dos eventos pela TV estava tão incrível que fizemos a loucura de ir passar apenas um final de semana prolongado no Rio. Apesar de corrido foi maravilhoso, uma energia surreal e uma das melhores experiências da minha vida, então ali mesmo decidimos que visitar o Rio em 2016 (dessa vez com ingressos em mãos) era nossa prioridade.

Nos programamos, juntamos dinheiro, acompanhamos o preço das passagens por meses e tentamos nossa sorte no sorteio dos ingressos tanto no Brasil quanto pelo site europeu, e 9 de agosto embarcamos rumo à Cidade Maravilhosa. Sim, como dá pra ver na foto Nic se empolgou levemente com o número de ingressos, gastamos mais do que eu gostaria toda vez que me perguntavam o que a gente ia assistir eu me complicava pra lembrar de tudo ahaha (que #firstworldproblems péssimo!)

OlimpiadasRio_16OlimpiadasRio_15

Ao todo foram 7 eventos em quatro espaços diferentes: dois dias de vôlei de praia na arena em Copacabana, tênis de mesa no Riocentro, natação e basquete no Parque Olímpico e dois dias de atletismo no Estádio Olímpico (Engenhão).

O plano inicial era passar 8 dias e ter tempo de aproveitar a cidade além do Rio 2016, mas como quando decidimos casar as passagens pro Rio já estavam compradas, não ia sobrar tempo/dinheiro para voltar ao Brasil novamente antes do casamento… Então aproveitamos a viagem para passar em Recife e fazer uma maratona de reuniões com fornecedores – acabou que nosso tempo no Rio foi MUITO corrido, mas se só tinha como ser assim não sou eu quem vai reclamar né? Sou do time “viagem com perrengue é melhor do que ficar em casa” :-)

OlimpiadasRio_1

Chegamos no Rio quarta pela manhã (olha que amor esse carimbo especial no passaporte!), só fiz tomar banho e deixar as malas no apartamento e já saímos para bater perna. Fomos almoçar e fugir da chuva no Botafogo Praia Shopping, o tempo estava tão horroroso que mal deu pra ver o Pão de Açúcar mas a comida do Botequim Informal valeu a visita.

A gente tinha ouvido falar que o Parque Olímpico era muito longe do centro, as filas para entrar eram gigantescas, a comida estava faltando, um drama tão grande que resolvemos ir com umas 3h de antecedência levando petiscos suficientes para sobreviver a um apocalipse zumbi. Resultado: chegamos lá e praticamente só tinha a gente no Riocentro! ahaha

OlimpiadasRio_7OlimpiadasRio_6

Mas de cara já ficamos impressionados com a eficiência do transporte: filas organizadas, sinalização pelo caminho, voluntários dando informações, um ônibus chegando assim que o outro saía, muitas placas indicando como chegar em todos locais de competição… Ir e voltar dos jogos levava tempo por causa da distância (geralmente a gente levava mais de 1h saindo de Copacabana), mas não tem como não parabenizar o transporte público da cidade e sentir aquele orgulho gigante de ver tudo funcionando como reloginho!

Acabamos pegando um Uber pro aeroporto na hora de ir embora por causa do horário, mas todo o resto fizemos de ônibus BRT, metrô e VLT (veículo leve sobre trilhos). Quando eu estava pesquisando como chegar nos estádios levei um susto com o tanto de baldeações, metrôs, ônibus, trens e afins, mas na prática foi bem mais fácil do que parecia. Nossos trajetos foram basicamente esses:

  1. VLT do aeroporto Santos Dumont até a Cinelândia + metrô para Cardeal Arcoverde, onde ficava nosso apartamento (ficamos no mesmo lugar que em 2014 e amamos novamente!)
  2. Metrô de Copacabana até o fim da linha + metrô linha 4 (exclusiva para quem tinha ingresso e o RioCard) + BRT expresso até o Parque Olímpico ou Riocentro
  3. Metrô até a Central do Brasil + trem expresso até o Estádio Olímpico

OlimpiadasRio_5OlimpiadasRio_4

Durante os jogos a cidade disponibilizou três tipos especiais do RioCard – 1 dia (R$25), 3 dias (R$70) e 7 dias (R$160) – e todos davam direito a viagens ilimitadas em toda rede de transporte da cidade. Compramos os primeiros no aeroporto mesmo e depois com os vendedores oficiais que ficavam nas zonas mais turísticas ou dentro do metrô (o único problema é que às vezes não aceitavam cartões, então é bom andar com dinheiro).

E ah, vimos várias pessoas reclamando que foram de táxi e pegaram trânsito, tiveram que andar demais por causa das ruas bloqueadas etc etc: desculpa, mas ir a um evento desse porte e achar que o táxi vai parar na porta é muita burrice ingenuidade. Se a gente que chegava pelo transporte público já tinha que andar bastante (principalmente do terminal do BRT até a entrada do Parque Olímpico na Barra), não quero nem imaginar quem inventava de ir de táxi! ahaha Não vale a pena meeeeesmo, RioCard forever!

OlimpiadasRio_13

Nosso primeiro evento foi tênis de mesa, assistimos à disputa do bronze e à final feminina e de cara já deu pra ver como os atletas só podem ser seres vindos de outro planeta. Em alguns momentos mal dava pra ver a bola e acompanhar o que elas estavam fazendo, a platéia praticamente parava de respirar entre um ponto e outro.

OlimpiadasRio_14OlimpiadasRio_8

Na disputa do bronze assistimos Kim Song I (Coréia do Norte) ganhar de Ai Fukuhara (Japão), mesmo com toda torcida contra… Em seguida veio o confronto pela medalha de ouro, que de todo jeito iria para a China: Ding Ning ganhou da também chinesa Li Xiaoxia e foi tão lindo ver o grito emocionado da atleta quando o jogo acabou!

OlimpiadasRio_9OlimpiadasRio_11

Logo depois começou a cerimônia de medalhas e é muito louco imaginar o que a campeã deveria estar sentindo quando todo mundo fez silêncio, o hino da China começou a tocar e todos aplaudiram de pé. Assistir a qualquer final, mesmo que não tenha nada a ver com o Brasil é emocionante, vai ser uma frase recorrente nos posts sobre as Olimpíadas mas SE PUDER IR, VÁ!

IMG_7810

Para assistir qualquer esporte, em qualquer país (mas de preferência no Rio, ainda tem muitos ingressos para as Paralimpíadas), apenas vá! :-) E quando for, não esqueça de avisar à sua melhor amiga onde você estará e em qual horário – é sempre bom ter alguém de plantão pra esses momentos de “mãe, tô na TV!” ahahah brigada Rafa!

OlimpiadasRio_10

Terminamos o dia ridiculamente felizes (dá pra ver que eu tô atacada no vídeo ahaha) e já ansiosos pros outros eventos. Mas vou ser sincera, bem que a câmera podia ter nos mostrado quando eu NÃO estava postando no Instagram e Nic mexendo na bolsa né minha gente?! xD

  • Vai viajar? Reserve seu hotel no Booking.com usando o link ou banner do blog. Além de oferecer segurança, super promoções e a opção de cancelamento gratuito, você ainda me ajuda a manter o Sete Mil Km no ar sem pagar nada por isso. Muito obrigada! :-)
  • Me siga nas redes sociais para acompanhar todas as viagens e dicas em tempo real: InstagramYouTubeSnapchatFacebook e Twitter. Também compartilho muita inspiração de viagens que fiz e quero fazer no Pinterest do blog!

RELATED POSTS